leitmotiv
Agência Aorta
<< carow.com.br

22 outubro 2010

SWU Music & Arts Festival 2010

Vou ser breve ao reportar minha passagem pelos três dias de shows no SWU Music & Arts Festival 2010. Eu poderia criticar horrores as falhas na infraestrutura com detalhes, tais como: dificuldade para comprar comida, lata de cerveja a R$ 7,00 (isto quando uma das marcas patrocinadoras oficias do evento é justamente a Heineken), desrespeito na entrada do evento, sem falar da puta farsa relacionada ao conceito de sustentabilidade, que só quem viveu os três dias de SWU pode dizer.

Mas como eu fui, única e exclusivamente, para ASSISTIR AOS SHOWS (sabendo bem o perrengue que se passa ao enfrentar um festival, afinal já tenho alguns de  Psytrance na bagagem desta minha juventude transviada… Rsrsrs…) na companhia de grandes amigos, vou me limitar a comentá-los, daqui por diante.

RAGE AGAINST THE MACHINE, a última banda de protesto em massa.

Minha maior excitação ao decidir que compraria ingresso para o evento estava focada no anúncio do show dos incendiários Rage Agains the Machine. Escuto esta banda desde meus, sei lá… Quinze anos… Estimulada pelo meu querido primo Paulo, ainda na época de “Bombtrack”. Um dos meus primeiros CDs foi justamente o “Battle of LA”, e mesmo tendo sido Red Hot Chili Peppers a banda de minha adolescência inteira, o término de Rage Against the Machine foi uma grande tristeza, pois eu dizia quando moleca “não vou morrer antes de ver RATM”. Inocência e bobeira da idade, mas o fato é que: o show dos caras foi realmente inebriante. Não foi tão libertador quanto seria há 10 anos, até porque o cenário atual já não comporta bandas de protesto em um nível tão elevado, mas foi brilhante ao liberar, música por música, toda a fúria contida na expressão de seus grandes admiradores, durante todo este tempo. Foi o show da minha vida, e não acredito que algo irá superar toda a energia e magia que aquela apresentação comandada, principalmente, por Tom Morello, representou para quem esteve presente. Todos os detalhes, o som cortado diversas, o caos instaurado na massa e comprovado no “Step back, please” e na volta do som com o grave controlado nas caixas de som, tudo ficou na mente para sempre.

Ao saber que Incubus e Queens of the Stone Age tocariam no terceiro, e último, dia ficou decidido que compraria o pacote para todos os dias e iria de algum modo. Ótimo que um grupo de amigos estava na mesma sintonia e conseguimos fechar uma casa em uma chácara super bacana próxima ao local onde foi o SWU, então foi só alegria.

No segundo dia tive a oportunidade de ver Regina Spektor, que por sinal se apresenta melhor no meu iPobre todas as manhãs. Joss Stone, diva demás, adorei… Dave Matthews Band que ao meu ver não se encaixa muito bem em festivais, achei o show muito repetitivo e cansativo, talvez em um local fechado e mais intimista seja melhor de avaliar todo o talento, principalmente instrumental, da banda. E Kings of Leon, conhecia pouco mas me surpreendeu MUITO, um som extremamente pesado e chapante, inesquecível.

Depois de ter passado por aquela puta carga de energia no primeiro dia e me sentido um pouco deslocada no segundo dia, porque não tinha muito afinidade com as apresentações, o terceiro dia posso resumir como: playground dos amigos. Foi o dia mais divertido e “fofo” de todos, pudemos assistir de pertinho Incubus e Queens of the Stone entre amigos, e curtindo MUITO, como crianças. Bandas que eu ADORO há tempos. Linkin Park foi negado 100%, então o que fechou o festival para nós foi a apresentação de Pixies: mais uma dose de ternura (com pitadas do máximo de punk rock que o SWU proporcionou durante todos os dias).

Registro de rezas para o próximo? System of a Down, Foo Fighters, Red Hot Chili Peppers,…

Download dos shows do Rage Against the Machine e Queens of the Stone Age: http://thepiratebay.org/search/swu/0/99/0

SWU Music & Arts Festival 2010

5 Comentários »

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Carol Zanon do N., Carol Zanon do N. and Blog LEITMOTIV, Blog LEITMOTIV. Blog LEITMOTIV said: Hey hey! Demorou mais saiu… Minha resenha sobre os três dias do SWU ))) http://migre.me/1IkP7 Enjoy! [...]

    Pingback by Tweets that mention SWU Music & Arts Festival 2010 « leitmotiv -- Topsy.com — 23 outubro 2010 @ 0:11

  2. Adorei o Post. Sabia que vc iria se surpreender com o Kings, eu gosto bastante deles =)
    Bacana as fotos, curti, foi vc quem as tirou?
    E legal essa visão de quem viveu o festival tão intensamente assim… curti.

    Comment by Regi — 23 outubro 2010 @ 1:22

  3. Oi Carow!! Vc resumiu muuuito bem os 3 dias de loucura! Foi exatamente isso. Me decepcionei com a organização, mas acredito que o próximo será muito melhor, e espero que esses problemas que aconteceram já sejam sanados.
    Mas ver de pertinho todas essas bandas sensacionais, foi único, foi perfeito! E que venha o System!!!!!! E pliiiiiiissssss, que venham os Foo Fighters tb! Aí vai dar pt(perda total, e não o partido, rs)! Bjooos

    Comment by Guise — 23 outubro 2010 @ 10:56

  4. Oi Carol, adorei seus comentários, me identifico com suas descrições! Fotos lindas também! Adorei curtir com você =] Milhares de beijos e boa semana!!!

    Comment by Istê — 1 novembro 2010 @ 10:59

  5. Amoreeeeeeeee! Parabéns pelo texto, muito bem escrito (como sempre e como tudo o que faz). Descreve perfeitamente o que vivemos naqueles três dias insanos. Ainda assim, apenas nós saberemos o que esse festival significou, o que os vídeos nos fazem sentir e o que vamos carregar dele para sempre!

    Parabéns tbm pelo carro, grande vitória, pequenina! Eu sempre soube que vc chegaria lá e tenho certeza que ainda tem muito a conquistar!

    Amo amo amo!!

    Comment by Cami — 11 novembro 2010 @ 8:46

Deixe um comentário